Netflix vai produzir série live-action de One Piece

A Netflix está em um caso de amor com o Japão. Prova disso é que a gigante do streaming encomendou a produção de uma série live-action do conhecido — e longevo — anime One Piece. A produção ficará ao encargo de duas empresas, Shueisha e Tomorrow Studios, e deve contar com 10 episódios.

A novidade ainda conta com a consultoria e produção executiva de Eiichiro Oda, criador do mangá que deu origem ao anime, e o roteiro será assinado por Matt Owens, que tem no currículo os scripts de Agents of Shield e Luke Cage. A informação foi dada primeiro pelo site americano Deadline e posteriormente confirmada pela conta oficial da Netflix para produções japonesas:

Resultado de imagem para Netflix vai produzir série live-action de One Piece

O assunto volta à tona após ter sido originalmente anunciado em meados de 2017, apesar de que, na época, a Netflix não estava envolvida com o projeto.

Oda também comentou a produção:

“Eu sei que fiz o anúncio disso lá em 2017, mas essas coisas levam tempo. Preparações vinham progredindo lentamente nos bastidores e parece que eu finalmente posso fazer o grande anúncio: a Netflix, o maior serviço de entretenimento do mundo, nos emprestará seu tremendo apoio de produção! Isso nos encoraja muito! Quão longe a história vai progredir ao longo dos 10 episódios da primeira temporada? Qual será o elenco escalado? Por favor, tenham um pouco mais de paciência e fiquem ligados!”

One Piece é o mangá que ainda detém o recorde do Guinness de mais cópias já impressas para uma criação do gênero, além de ser um dos animes com o maior volume de episódios da história. Uma produção desse tipo é outro testamento sobre como a empresa de streaming vem cortejando o público japonês e fãs da cultura nipônica em geral: ainda nesta semana, a empresa divulgou o trailer da produção em CGI do novo Ghost in the Shell, além de ter recentemente adquirido os direitos de transmissão do excelente material do Studio Ghibli.

Um mangás mais vendidos de todos os tempos vai ganhar uma série live-action na Netflix.

Com dez episódios, a produção de One Piece será dos estúdios Shueisha e Tomorrow Studios — este também responsável por outra adaptação em série live-action da Netflix, Cowboy Bebop.

One Piece segue as aventuras de Monkey D. Luffy e sua tripulação de piratas enquanto exploram um mundo fantástico de oceanos sem fim e ilhas exóticas em busca do tesouro mais famoso do mundo, conhecido como “One Piece”, a fim de se tornar o próximo Rei dos Piratas.

Em 1997, a história popular de Eiichiro Oda foi publicada pela primeira vez na revista Weekly Shonen Jump, no Japão. Mais de 460 milhões de cópias foram publicadas em todo o mundo. A série também fez história em 2015, obtendo o título do Guinness World Record por ter o maior número de cópias publicadas para a mesma série de quadrinhos por um único autor.

A trama foi adaptada para uma animação, que estreou na televisão no fim de 1999, e posteriormente adaptada para longas-metragens, sendo o décimo — One Piece: Stampede — lançado em agosto de 2019.

O veterano Steven Maeda (Lost, Arquivo X) e Matt Owens (Agents of S.H.I.E.L.D., Luke Cage); são roteiristas e produtores executivos, enquanto Maeda também atua como showrunner. Marty Adelstein e Becky Clements, do Tomorrow Studios (Cowboy Bebop, Snowpiercer, Hanna), são produtores executivos ao lado de Eiichiro Oda.

As aventuras de Monkey D. Luffy e a sua busca pelo título de Rei dos Piratas vai virar série live-action. A Netflix confirmou que vai adaptar a série, criada em 1997 em forma de mangá por Eiichiro Oda.

Oda já havia confirmado o interesse em fazer uma adaptação desde 2017, mas só agora a Netflix entrou na jogada.

Ele será um dos produtores-executivos, e o Tomorrow Studios (das séries Snowpiercer e Hanna, também adaptações recentes de outros produtos) fica responsável pelo título.

O escritor, showrunner e principal produtor-executivo será Steven Maeda (veterano de séries como Lost e Arquivo X). Matt Owens (de Luke Cage e Agentes da S.H.I.E.L.D.) também produz e roteiriza alguns episódios.

A primeira temporada terá dez episódios, mas a duração não foi divulgada. Não se sabe também quanto dos primeiros arcos da série estará na nova adaptação;— o anime também já tem longa data no ar, exibido desde 1999.

A Netflix está empenhada em transformar animes em séries live action: a produção de Cowboy Bepop foi iniciada; mas acabou interrompida após um acidente, e o aclamado Death Note virou um longa-metragem contestado pelos fãs.

Tagged : / / / / /

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *